Home » Textos » Energia transformadora

Categorias

Arquivo do Site

Energia transformadora

Energia

Sustos, sobressaltos, arroubos, impulsos,

a turbulência começa na suposta harmonia.

Alternamos, incautos, paz e incerteza,

receosos, tememos o esgar da natureza.

Num gesto intempestivo de tola rebeldia,

o prazer dos pares vira sofrer de avulsos.

Futuro e felicidade parecem ir embora,

desespero banhando olhos amorosos,

desfeito o feitiço na magia do destino.

Desacerto, destempero, dissonância, desatino,

entrecortam palavras e tons dolorosos.

Num instante a surpresa assusta e apavora.

Gelam a alma e os pés, descompassa o coração,

turvam olhos, seca a boca, dá um nó na garganta.

Entre os dedos escapam projetos, desejos,

carruagem vira abóbora, sapo rejeita beijos.

Estiagem da vida na semente sem planta,

quando o broto infecundo não aflora do chão.

No fundo bem sabemos sermos todos falíveis,

dia sim, dia não, dia sim, outro também.

Pequenos deslizes, nossos olhos suspeitos,

quem sente aponta como graves defeitos,

se incomodam e preferem não dizer mais amém.

São grandes equívocos, quase incorrigíveis.

Em pleno outono das estações dessa vida,

meu garimpo não busca as pepitas maiores,

só procuro pelo sumo prazer do bem estar.

O perfume das flores sentido no ar,

a beleza descoberta em paisagens melhores,

na companhia suave da mulher escolhida.

Aos descrentes os milagres riem dissimulados,

se esgueiram por frestas na luz dos amantes.

Refletindo, como o sol, na lua e nas estrelas,

resgatam até quem nem deseja mais vê-las.

Forças supremas, energias importantes

conspiram a favor de amadas e amados.

[youtube]http://youtu.be/YXljcwt7JMk[/youtube]

 

 


Leave a comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *