Home » Textos » Esperar

Categorias

Arquivo do Site

Esperar

Waiting for you

A ansiedade sufoca, asfixia, paralisa.

Queremos demais e nos perturbamos com a sofreguidão do reencontro.

A viagem é longa, não importa de onde; perigosa, não importa a ameaça; traiçoeira, não interessa o motivo.

A distância aumenta, o tempo espaça, tudo conspira contra e atormenta.

Buscamos os olhos, o perfume, a presença que faz falta.

Precisamos de mais uma dose de bem querência, de paixão, de satisfação plena.

Desejamos tudo que pudermos, soubermos, imaginarmos.

Por direito, por conceito, por dever.

Os ponteiros se arrastam na analogia dos marcadores imprecisos.

Os indicadores sem referência enganam a razão, o espírito se supera, o sentimento aflora.

Pouco a pouco a alma se desprende e vê o corpo inerte como a paciência.

Não aceita o fato da resignação passiva. Luta contra si mesmo e ambiciona a liberdade.

Ao levitar sobre as fronteiras da criatividade, escuta a trilha de sua vida.

Dança, flutua, amplia seu horizonte.

Navega do frio ao calor, num choque térmico de emoções insensatas.

Procura um alento, um porto, um apoio confiável e indizível.

Cala os censores, tolhe a visão, acolhe, acalenta o sonho improvável.

Vive o paradoxo de ficar ou partir, apela para a fé, para a sorte, para o destino.

Crê na revelação dos segredos, no orgasmo perfeito, no sorriso sincero, no sussurro confidente.

Repousa, expira, dorme o sono dos justos.

[youtube]http://youtu.be/iLi_osYNsOU[/youtube]

 


Leave a comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *