Home » Textos » Sinapses universais

Categorias

Arquivo do Site

Sinapses universais

Sinapses universais

Nada melhor do que um dia após o outro. Costumeira frase de minha mãe que sintetiza muitos conceitos. Embute agradecimento pela vida, gratidão pela experiência, opção pela simplicidade. Juntos e misturados os pensamentos flutuam pelo inconsciente coletivo como frutos maduros esperando pela colheita. Mal percebemos a presença de sugestões incomparáveis, soluções inéditas e prioridades inadiáveis circulando como energia viva nos neurônios do cérebro do universo. As conexões se estabelecem por centelhas de informação, as sinapses, a partir de estímulos emitidos pela demanda dos necessitados. Podem assumir diversas formas, embora possuam a mesma configuração e essência. Viram orações atendidas, vidências, demências, ideias espetaculares, comunicação espiritual, o nome que o freguês desejar.

A humanidade, ao não explorar por inteiro a capacidade cerebral, compreende pouco do seu entorno, percebe apenas o mais superficial, desconhece particularidades imprescindíveis. Isso a leva a conclusões inexatas, a deduções improcedentes, a mascarar, com suposições fantasiosas e ilações divinais, a realidade oculta. O intraduzível se atribui ao sagrado, ao dogmático, ao indiscutível. Numa repetição secular, os incrédulos foram censurados, perseguidos, exterminados. Os porquês sem resposta sobreviveram a gerações, a dinastias, a interesses os mais variados possíveis. Revelações incríveis foram omitidas do conhecimento público sob o argumento de proteger a raça humana. A detenção dessas informações privilegia poucos e os valoriza como seres superiores. Além de empoderá-los perante os demais, possibilita o isolamento deles em pequenas castas. É assim desde o início dos tempos.

Pouco a pouco os tabus começam a se extinguir. As informações, obtidas de maneira mais democrática e transparente, começam a vazar pela parafernália cibernética. A concentração de registros em computadores cada vez menores, a popularização das redes sociais, enfim, a agilidade na troca de confidências eletrônicas se espraiando por bilhões de pessoas. O mundo mais se assemelha a uma aldeia sem fronteiras, irrestrita, permeando com velocidade o seu conhecimento através de ligações com uma inteligência consorciada, por assim dizer.  Quem sabe estejamos falando do Universo?

Chegará o dia em que qualquer dúvida será dirimida por essa grande permuta de informações. Não deificaremos mais por força do estranhamento causado pela identificação de corpos celestes, pela observação de poderes incomuns e pelo testemunho de fenômenos metafísicos ou de cataclismos. A reprodução dos fatos hoje já ocorre por Super Hi-Vision, som 22.2(22 caixas e 2 subwoofers), em 3-D, eliminando imperfeições e permitindo compreensão integral do que se vê e se ouve. Pouco nos valemos hoje do boca a boca responsável por interpretações distorcidas e superestimadas na história do homem. Os escritos mais antigos, pouco objetivos e metafóricos, não repetirão suas contradições dogmáticas.

Não tardará faremos parte de um incomensurável organismo pensante, composto por todos e por todas as suas informações. Compartilhado como o Facebook, disseminado como o WhatsApp, compreendido pelas crianças mais inocentes. Elas sim necessitarão de suporte e orientação para mergulhar nesse poço sem fundo de conhecimento ilimitado. Mas essa já é uma outra estória.

[youtube]http://youtu.be/X47QKt_sC-8[/youtube]

 


Leave a comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *