Home » Textos » Politicamente incorreto é o escambau

Categorias

Arquivo do Site

Politicamente incorreto é o escambau

Vivemos um momento lamentável, no mundo em geral e no Brasil em particular. A maioria das pessoas parece ter perdido a noção de tudo. Os mandatários das principais potências vêm se equivocando ano após ano. Agora, a principal potência colocou no poder um sujeito à beira da esquizofrenia, um perigo à estabilidade mundial. Além dos terroristas conhecidos, de quem podemos esperar qualquer desatino, a humanidade passou a contar com um desequilibrado, com um egocêntrico à frente da maior economia do planeta.

Por aqui, políticos, empresários e em especial os governantes, quando não são inescrupulosos, demonstram total incapacidade para resolver os problemas mais elementares. Os políticos fazem acordos espúrios com os financiadores de suas campanhas, prometem ao povo de tudo um pouco para a eleição e nada ou muito pouco fazem ao tomarem posse. Décadas de abandono transformaram o país num paiol explodindo dia a dia nas grandes metrópoles. Alguns poucos desses escroques foram presos, mas o sistema se comporta de maneira morosa e a população complacente.

O resultado disso se encontra em descalabros na rotina, no distanciamento da sensibilidade e dos mais fundamentais valores humanos. Mata-se por qualquer razão e o entorno sugere ter se habituado às barbáries nossas de cada dia. Faz tempo as tragédias deixaram de ocorrer apenas com desconhecidos, vitimando amigos e familiares. Inexiste segurança em qualquer lugar, a qualquer hora, com qualquer um. Todos estamos desprotegidos, uma mais outros menos.

Enquanto isso, os brasileiros passam boa parte do tempo preocupados com as sandices do presidente americano. Pior, há quem defenda as pichações como manifestações da liberdade de expressão e esteja incomodado com o dito politicamente incorreto nas marchinhas carnavalescas. Reagem aos muros cinzas de São Paulo na mesma proporção que se opõem à “cabeleira do Zezé, será que ele é?”, à “Maria Sapatão, de dia é Maria e de noite é João” e ao “teu cabelo não nega, mulata, porque és mulata na cor”. Uma idiotice na maior festa popular do mundo, que só ajuda a torná-lo ainda mais sem graça.

As marchinhas só não são mais velhas do que a corrupção. Como diria o outro, politicamente incorreto é o escambau. Politicamente incorreto é o Lula, a Dilma, o José Dirceu, o Renan, o Cabral, o Eike e sua laia. Presos ou soltos, essa escória engana a todos há décadas e nós nos comportamos como cavalos nos desfiles militares. Cagamos e andamos com a maior solenidade possível.

Enfim, os valores estão mesmo invertidos.

“Invertidos” pode ou também é politicamente incorreto?

 


Leave a comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *